Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

agricultura
Jardinópolis decreta situação de emergência

Publicado em 28/12/2021 às 21:12 - Atualizado em 28/12/2021 às 21:12

O Governo Municipal de Jardinópolis decretou reconhecimento de situação de emergência (Decreto Nº 5.999/21), nesta terça-feira, dia 28 de dezembro. O município sofre um processo de estiagem, com falta de água potável e prejuízos econômicos estimados em mais de R$ 7 milhões.

A Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) constatou perdas nas principais atividades agrícolas do município. Os danos da estiagem afetam o movimento econômico, com redução em 5% na produção de leite, 55% de milho silagem, 55% no milho de grão e 32% na safra de soja. Os dados negativos agravam a economia local, já abatida com os prejuízos causados pela pandemia do Coronavírus. Em reais, estimasse um prejuízo superior a R$ 7.095.840,00 aos produtores rurais.

O agente de Defesa Civil Municipal Edson Maria orienta as famílias do interior e da cidade para controlar o uso da água, com economia e sem desperdício. “Para os próximos dias não há perspectiva de chuvas acima da média, daí a necessidade de continuarmos zelando pela água que ainda tem nas fontes e nos córregos”, constata.

No relatório apresentado pela Defesa Civil Municipal foi constatado que 39 famílias enfrentam escassez extrema de água para o consumo humano e consumo animal. A Prefeitura de Jardinópolis tem disponibilizado equipes da Secretaria de Agricultura com caminhão pipa e distribuidor de água potável para o transporte às propriedades.

O agravamento atual da estiagem comprometerá atividades agrícolas para os próximos meses, mesmo com o retorno das chuvas, quando acontecer. A bovinocultura de leite será uma das mais afetadas, porque depende do armazenamento de silagem, nesta época do ano, para os meses de inverno. Com a queda de 55% na produção deste alimento para tratar as vacas, até o momento, a expectativa é de queda acentuada na produção de leite.

Crédito do texto: Jornalista Idiomar Tessaro

Fotos: Divulgação